A cidade partida

Ontem a cidade do Rio de Janeiro viveu mais um dia de guerra, um dia normal dentro da rotina da cidade sitiada pelo medo, centenas de crianças não foram a escola, não brincaram na rua e mais uma vez tiveram suas vidas e rotina atreladas a violência.

Essa violência que o cidadão assiste na sua televisão ou vivência quando passa pelas vias que cortam esse mundo, tornou-se um beco sem saída para milhares de pessoas, o estado não tem condições matérias para conter os grupos que lutam pelo domínio territorial nas diversas comunidades do Brasil. Em alguns bairros de todas as cidades desse país, estamos vendo aos pouco as barricadas tomarem as ruas, delimitarem os espaços públicos, segregando um população, tomando do estado as suas funções sociais e impondo uma ordem que não é baseada no contrato social mas sim na força bruta.

Olhamos para essa situação a distância, não temos nada a ver com isso é o senso comum gritando em nossas caras, mas estamos profundamente errados, não se pode dividir uma cidade nem um país sem que todos sofram as consequências. O que estamos assistindo é a concretização de séculos de descaso e hipocrisia com as condições de educação, profissionalização e bem estar da população com menor poder aquisitivo, população essa majoritariamente negra.

Está mais que na hora do cidadão, começar a olhar para essa realidade e começar a apoiar, politicas que visem melhorar a distribuição de renda e oportunidades para todos, por que não se iludam por nenhum tipo de pensamento mágico. As barricadas continuaram avançando sobre a cidade, não existe segurança para os nossos filhos se os filhos dos outros não estão seguros.

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s